domingo, 4 de maio de 2014


Sheyla Alves, bonequeira, amiga, irmã se tornou mais uma estrela no céu dos artistas.

Eu acho, que quando nascem as pessoas
um anjo se incube de dar-lhes seu destino
Vai ser doutor, diz a um, vai ser engenheiro, diz a outro.
E assim o mundo vai se povoando de pessoas e suas missões.
Mas há dias em que é necessário mais de um anjo para dar o destino.
É quando devem nascer os artistas, que são meio doutores, meio engenheiros, que têm algo de matemáticos e de filósofos.
Neste dia uma legião de anjos se une e delega dons, habilidades, fantasia de sobra.
E aí nascem os sonhadores, os lutadores, os que não se cansam de criar, de ¨inventar moda¨.
Aqueles que conseguem transformar sonhos em realidade e realidades em sonhos.
Estes dias são especiais, assim como o são aqueles, quando estes mágicos são chamados de volta, pois cumpriram sua missão.
Eles partem em paz, como mágicos dos sonhos.
Sua missão aqui se cumpriu.
Vão ajudar aos anjos a dizer o destino de outras pessoas, a mandar para a terra outros artistas, que não o substituirão, mas nos farão pensar que, com certeza, na hora de dizer o destino deles, teve um palpite e uma mãozinha deles.

Um adeus a mais uma mágica dos sonhos que se foi. Até breve, minha querida Tisheyla. 

Ção

Nenhum comentário: