terça-feira, 29 de junho de 2010

Cia Gente Falante - Teatro de Bonecos

Espetáculo Sob a Luz da Lua.
 

 
Eduardo Custódio
51 8417 9835
 
Paulo Martins Fontes
51 8417 9841
 
Cia Gente Falante
Teatro de Bonecos
 

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Ponto de Cultura Bonecos Canela - Cultura Viva.

Convidamos TODOS para prestigiarem a estréia do espetáculo dos Aprendizes 2009-2010 do Ponto de Cultura Bonecos Canela - Cultura Viva.

Espetáculo: 4 Estações em Canela
Direção: Julio Cesar Saraiva
Local: Cine Teatro Casa de Pedra - Canela/RS
Dias: 24/Jun (10h, 15h30 e 23h)
25/Jun (10h)

4 Estações em Canela é a reflexão dos aprendizes sobre estas 4 estações que passaram junto ao Ponto de Cultura Bonecos Canela. É a conclusão do curso que iniciaram em Junho de 2009.
O Ponto de Cultura Bonecos Canela - Cultura Viva oferece à população local 20 vagas GRATUITAS para um ano de aprendizado sobre o universo do Teatro de Bonecos, patrocinado pelo Ministério da Cultura, através do Programa Cultura Viva, e da Prefeitura Municipal de Canela, que participa com a contrapartida necessária para acesso a verbas federais. A Fundação Cultural de Canela é o proponente do projeto.
O grupo de aprendizes, dirigidos pelo portoalegrense Julio Cesar Saraiva, elaborou quadros a partir das experimentações que vivenciaram com a dança, a expressão corporal e o teatro de bonecos. O ritual da passagem contado por eles mesmos.
Espetáculo para jovens e adultos.

As apresentações acontecem dentro da programação do 22o FESTIVAL INTERNACIONAL DE TEATRO DE BONECOS DE CANELA, que acontece de 24 à 27 de Junho, na cidade de Canela/RS.

Esperamos vocês!

Grupo Só Rindo
Nelson Haas e Beth Bado
Coordenadores do Ponto de Cultura
Bonecos Canela - Cultura Viva
(54) 9103.7245 e 9189.7927

http://bonecoscanelaculturaviva.blogspot.com
bonecoscanelaculturaviva@gmail.com
http://www.bonecoscanela.com.br

Clube de Cultura de Porto Alegre comemora 60 anos de existência

Referência por ser um dos principais incentivadores da cultura Porto Alegrense das décadas de 50, 60 e 70, o Clube de Cultura chega ao seu sexagésimo aniversário. Para comemorar a data, a instituição promove uma série de atividades e apresentações que começam a partir do dia 22 de maio.
Duas apresentações de teatro de bonecos abrem a programação no sábado (22) e domingo (23). As peças são “Bonecrônicas”, do grupo Anima Sonho com Ubiratan Carlos Gomes e Cacá Sena e “Plano de Vôo: Histórias de Santos Dumont”, com Tânia Castro e João Vasconcelos do grupo Camaleão. Os espetáculos acontecem as 16 e 18 horas. Com ingressos a R$ 10,00 e R$ 5,00.
Durante a semana seguinte a programação segue com três palestras: “Kafka e Moacyr Scliar” (24/05) com o secretário municipal de cultura Sergius Gonzaga; “A Arte Contemporânea?” (26/05) com o artista plástico Danúbio Gonçalves; e “Arte e Resistência: Artistas Pró-Diretas” (31/05) com o professor e crítico de arte José Luiz Amaral Neto. Todas as palestras acontecem a partir das 19 horas com entrada de R$5,00.
Também está previsto na programação dois grupos de debates, ambos com entrada franca. O primeiro grupo trará o tema, “Movimento Musical Gaúcho no Clube de Cultura” (25/05) e terá na mesa de debate César Dorfman, Gelson Oliveira, Nei Lisboa, Nelson Coelho de Castro e Raul Ellwanger. Já o segundo grupo debaterá sobre “Teatro nos anos 60 do Clube de Cultura” (27/05) e contará com a participação de Aníbal Damasceno, Antônio Carlos Sena, Antônio Hohlfeldt, Dilmar Messias e Marcos Schames.
Para completar as comemorações, acontece no dia 29/05 a festa de 60 anos do Clube de Cultura, com o Sarau Vinícius de Moraes, MPB ao vivo com Violeiro Só e os Mal Acompanhados com convites à R$15,00. Todas as atividades acontecem na sede do Clube localizada na Rua Ramiro Barcelos, 1853 no bairro Bom Fim.

Uma história invejável

No início da década de 50, um grupo de quatorze ativistas político-culturais, todos judeus não sionistas, se reuniu com o objetivo comum de criar um espaço onde pudessem compartilhar suas ideologias, desenvolver atividades culturais e se inserir no contexto social de Porto Alegre. Desta união nasce, em 30 de maio de 1950, o Clube de Cultura, espaço que consagrou diversos nomes da música, cinema, teatro, artes plásticas e literatura gaúcha.
Segundo o presidente e veterano do Clube de Cultura, Hans Baumann, figuras importantes de outros estados também realizaram palestras e exposições lá, a exemplo de Graciliano Ramos, Jorge Amado, Aparício Torelli (Barão de Itararé), Carlos Scliar, Danúbio Gonçalves e Vasco Prado. Nesta época o Clube também recebeu alguns espetáculos do CPC (Centro Popular de Cultura da UNE) que trouxe montagens de autores como Brecht e Sartre, promoveu show com a jovem cantora Elis Regina e abrigou o Clube de Cinema.
Com o Golpe Militar de 1964, o Clube de Cultura que tinha uma tendência esquerdista, acabou esvaziando e perdeu quase todos seus mais de 300 sócios. Entretanto, soube driblar a censura e continuou com boa parte de suas atividades fazendo resistência. “Acredito que nessa época o clube virou o maior centro cultural do sul do país em resistência ao Golpe Militar”, afirma Baumann.
Depois da abertura política esperava-se o retorno da maioria dos sócios que tinham se afastado durante a ditadura, mas isso não aconteceu, ao contrário, o movimento na sede continuou diminuindo e desde então a instituição enfrenta dificuldades para se manter funcionando. Buscando reverter esta situação e reviver os anos dourados do Clube de Cultura, alguns antigos sócios elaboraram um projeto, coordenado pelo arquiteto César Dorfman, para reformar o teatro da sede. De acordo com Dorfmam, que frequentou o Clube durante toda infância, a propostas vai além de uma reforma física, pretende também modernizar a “cara” do Clube. “A nossa intenção é reformar o auditório e resgatar a ideia do clube ser um ponto de encontro, de debate e de produção cultural, tanto para os antigos sócios como para as novas gerações”, reforçou.

1º encontro de Mamulengo em São Paulo

Notícias sobre os ganhadores das bolsas de estudos

O bonequeiro cearense Omar Rocha de Fortaleza,  foi o ganhador da Bolsa de estudos para realizar
o Curso na IX Escola de Verão que se realizará em Tolosa , Espanha.
 
Omar Rocha compartirá o curso com os titeriteiros latino-americanos que também ganharam Bolsa:
 Mariam Ghougassian de Montevidéu, Uruguai, Graciela Molina de Corrientes, Argentina,
Jordy Valderrama de Lima, Perú e Rafael Brozzi de Santiago, Chile. 
 
Esta é mais uma conquista da Comissão para América Latina de UNIMA em parceria com a
UNIMA Federación España, UNIMA Euskal Herria e o TOPic de Tolosa.
 
Desejamos  a todos uma Boa Viagem e um Bom Curso !
 
Susanita Freire
CAL/ UNIMA
 
" La Hoja del Titiritero" 

Carta do Secretário Geral de UNIMA


 
Queridos amigos:
 
Em este momento fiquei sabendo que a Enciclopédia Mundial das Artes da Marioneta ganhou o prêmio do melhor livro de teatro outorgado pelo Sindicato da critica na França.
O prêmio será entregue em Paris no dia 21 de Junho no Teatro Artística Athevains. Parabéns a todos os que colaboraram.  Foi um trabalho longo e exigente e hoje nos sentimos   muito orgulhosos. Por favor, leia a mensagem de Christophe Bara, nosso editor.
 
Jacques Trudeau
Secrétaire Général de l'UNIMA
 


Chers amis,
Nous apprenons aujourd'hui que l'Encyclopédie mondiale des arts de la marionnette vient de se voir décerner le prix du meilleur livre sur le théâtre, par le
Syndicat de la critique Théâtre, Musique et Danse. La remise officielle du prix aura lieu à Paris le 21 juin prochain à 11 h au Théâtre Artistic Athevains.
Je ne sais pas grand chose de plus : c'est un membre du jury qui m'a téléphoné ce soir et nous n'avons pas encore reçu de courrier explicatif (Y aura-t-il des invitations ? Pouvons-nous faire connaître au public cette information avant la remise officielle ?).
Mais je tenais à vous communiquer la bonne nouvelle le plus vite possible et vous dire un grand merci, tant cette réalisation a été le fruit d'efforts conjugués !

Bien amicalement,Christophe Bara
Editions l'Entretemps